Tag Archives:

24º dia – 15 de dezembro

24

Pedro anda sobre o mar e Jesus o Salva
Texto:Mateus  14:28-32

Neste texto vemos que Pedro teve fé para dar o primeiro passo e andar sobre as ondas em direção a Jesus, tudo ia muito bem até que ele tirou os olhos de Jesus, desviou seu sentimento dEle e começou a sentir o vento, o medo tomou conta dele e começou a afundar. Foi nesse momento que ele clamou ao Senhor que lhe estendeu a mão e o salvou.
Não tire seus olhos de Jesus foque nEle, dê um passo de fé em direção a Ele.
Clame ao Senhor que lhe estenderá a mão e acalmará o vento
Pb. José Bragança

8º dia – 29 de novembro

8-dia

Grandiosos feitos de Deus em nossas vidas 

Então a nossa boca encheu-se de riso, e a nossa língua de cantos de alegria.  Até nas outras nações se dizia: “O SENHOR fez coisas grandiosas por este povo”.  Sim, coisas grandiosas fez o SENHOR por nós, por isso estamos alegres. Salmo 126:2-3

Alegre-se por tudo o que o Senhor tem feito em sua vida.  Há um antigo hino cristão que dizia em um de seus versos: “Conta as bênçãos, conta quantas são, e hás de ver surpreso quanto Deus já fez”.
Nossa tendência é esquecer, rapidamente, o que temos recebido de bom, enfatizando o que ainda não deu certo, a luta diária, o que precisa ser melhorado.  Alguém já disse que muitas vezes somos cristãos na teoria e ateus na prática.

O salmista diz que até as outras nações comentavam  os feitos de Deus para com seu povo.

Não seja surpreendido murmurando, enquanto os outros comentam as obras de Deus em sua vida e na vida da sua igreja.  Tenha sempre em mente tudo o que você tem recebido do Senhor.  Alegre-se a cada manhã pelas misericórdias de Deus.

7º dia – 28 de novembro

7-dia

Deus superou as expectativas das mulheres
Texto: Mateus  28:1-10

No primeiro dia da semana as mulheres foram ao sepulcro de Jesus levando especiarias aromáticas que haviam preparado.

Os judeus não praticavam o embalsamamento. Essas especiarias foram trazidas como ato de devoção e amor para ungir o corpo de Jesus. As mulheres não tinham nenhuma expectativa da ressurreição de Jesus.

Nossa tendência, como humanos, é sempre ver para crer.  Nunca corremos para o túmulo esperando encontrá-lo vazio.  Nas mãos levamos as especiarias para ungir o corpo morto, certos de que estamos praticando grande devoção.

Facilmente nos esquecemos das profecias e das promessas e palavras do Mestre que ao terceiro dia ressuscitaria.

Esqueçamos as especiarias, a expectativa de ver um corpo, o impulso de chorar e lamentar o Senhor morto.  Ele está vivo!   Deus quer surpreender você.
Pr. Paulo Cesar